CONTRASTE| 13 REASONS WHY E A BÍBLIA SAGRADA

Em-Pauta-13-Reasons-Why-2

“13 Reasons Why” é uma série da Netflix baseada no Best-seller “Os 13 Porquês” de Jay Asher, que aborda temas importantes como bullying e suicídio. Desde sua estreia, é um dos assuntos mais comentados pela mídia e redes sociais. Alguns críticos se posicionam a favor, outros contra.

Não há de se duvidar que a maior contribuição favorável da série foi levantar os temas em questão. Falar sobre bullying, depressão e principalmente suicídio (tema central da série) ainda é um tabu. Devido à seriedade e falta de conhecimento, evitamos falar sobre.

Porém, mesmo reconhecendo a importância, a ficção abordou o assunto de forma correta? Creio que não.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) lançou uma lista de recomendações para meios de mídia falarem e retratarem casos de suicídio. Dentre as principais recomendações, temos:

1) Evitar romantizar o ato do suicídio;

2) Evitar retratar o suicídio como uma resposta aceitável às dificuldades;

3) Evitar incluir o método, local ou detalhes da pessoa que faleceu.

Podemos observar que a série não respeitou nenhuma dessas principais recomendações, ao contrário, nos deu um tutorial de como tirar a própria vida.

Outro ponto desfavorável é que a série também é sobre vingança. As 13 fitas gravadas direcionadas aos 13 “motivos” atribuem culpa aos envolvidos, além de serem ameaçados com consequências caso os pedidos das fitas não fossem seguidos. Crimes foram cometidos, sem dúvida, como exposição de fotos íntimas e pessoais na internet, sem autorização da vítima, e estupro. Casos como estes, deveriam ser levados e resolvidos pela polícia. A responsabilidade pelo suicídio sempre será da própria vítima, que não conseguiu enfrentar as pressões, traumas e/ou dificuldades da vida.

“13 Reasons Why” também pode servir de gatilho para quem sofre de depressão ou tem tendências suicidas. Se por um lado existem aqueles que se solidarizam pela situação da personagem principal e consequentemente buscam meios para ajudar pessoas que possam estar passando pelos mesmos conflitos, por outro lado, estamos dando munição para muitos indivíduos que sofrem de desequilíbrio mental. “Não é uma opinião pessoal, e sim um fato: a veiculação ou divulgação de um suicídio pode inspirar pessoas que pensam no assunto”, diz Carmita Abdo, presidente da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP).

Já ouviram falar do Efeito Werther? Na década de 1770, Johann Wolfgang von Goethe publicou um livro chamado “As Desventuras do Jovem Werther”, na obra, o personagem principal se mata. O livro chegou a ser proibido em vários países, pois ocasionou uma epidemia de suicídios na época. Reflitam comigo, será mesmo que não somos influenciados por aquilo que vemos, lemos e ouvimos?

Voltando à série, a mesma trata o suicídio como “opção” e não dá uma saída ou uma tentativa coerente de pedido de ajuda, não dá opções de como reverter o caso. Isso é um perigo! Temos que ter o cuidado de não envolver o suicídio numa aura romântica e/ou num feito heróico, para que outras pessoas não se sintam motivadas a seguir o mesmo exemplo.

Como vimos, para pessoas mentalmente saudáveis, 13 Reasons Why pode trazer alguns benefícios, pois faz refletir e falar sobre assuntos importantes. Motiva-nos a ajudar o necessitado. Contudo, pode ser prejudicial para alguém que sofre de problemas emocionais.

Na Bíblia Sagrada, embora não exista a palavra “depressão”, podemos considerar que personagens como Davi, Jó, Jeremias, Jonas, Pedro etc, tiveram depressão. Porém, diferentemente da série, o desespero e o sofrimento são colocados em contraste com a esperança. A Bíblia não enfatiza tanto o desespero humano, mas sim a fé em Deus e a certeza de que gozaremos uma vida abundante no céu ou até mesmo na Terra. “Que o Deus da esperança os encha de toda alegria e paz, por sua confiança nele, para que vocês transbordem de esperança, pelo poder do Espírito Santo”. (Romanos 15:13)

Jesus também passou por angústias, como podemos ver em Mateus 26: 37 e 38, “E, levando consigo Pedro e os dois filhos de Zebedeu, começou a entristecer-se e a angustiar-se muito. Então lhes disse: A minha alma está cheia de tristeza até a morte; ficai aqui, e velai comigo”. Porém, Cristo tinha um propósito de vida, as aflições não conseguiram detê-Lo.

Assim como Jesus, também temos os nossos propósitos, ninguém nasce por acaso. Cada um de nós tem um valor, uma missão. No mundo teremos aflições, mas tenhamos bom ânimo, Jesus Cristo venceu o mundo. Procuremos NEle paz para a nossa alma. (João 16:33)

Se estiver passando por algum sofrimento, alguma aflição e ainda não conseguiu pedir ajuda, PEÇA AGORA! Procure Deus, procure um psicólogo, pastor, padre, amigo, enfim. Lembre-se sempre, nenhuma dor é eterna. Tudo passa, eu sei que passa.

____________________________
Agda Marianne
Cristã e Estudante de Psicologia

Anúncios

Um comentário sobre “CONTRASTE| 13 REASONS WHY E A BÍBLIA SAGRADA

  1. Ótimo, sempre que algum assunto se torna muito popular, ao invés de eu querer também assistir, ver ou ler, eu fico preocupada, pois sempre há um motivo maior que leva as pessoas a se identificarem com tais assuntos! Essa série com certeza não é diferente, os motivos que levam as pessoas a assistirem e gostarem tanto se deve ao fato de que hoje vemos que o mundo é tomado pela tristeza e pela falta de identidade. Isso é muito triste e espero que com Deus pessoas possam ajudar outras a mudarem de rumo na vida e encontrarem o verdadeiro sentido da vida!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s