Amor X Paixão

imagem1

Quem nunca se apaixonou ou teve um amigo apaixonado??? Apaixonar-se é incrível, o coração acelera, não paramos de pensar na outra pessoa, as mãos e as pernas tremem, a forma de falar altera, dá frio na barriga… Enfim, são muitos os sinas e as sensações. A paixão é uma explosão de sentimentos, desejos e vontades. Não é PECADO, mas pode fazer “quebrar a cara”.

Precisamos entender que paixão NÃO é amor. É um sentimento, não uma direção divina. Muitas vezes é enganosa, não enxerga os defeitos, supervaloriza as qualidades. Quando estamos apaixonados, manipulamos as situações, não discernimos a vontade de Deus para nós. Como diz Mário Sérgio Cortella “a paixão é a suspensão temporária do juízo”. Ela pode enriquecer uma relação e mesmo sendo prazerosa, se não tomarmos cuidado, podemos nos tornar vítimas dela.

Não se precipite em tomar decisões quando estiver apaixonado, espere a relação amadurecer para o AMOR. A paixão pode colaborar para um amor duradouro, mas ela não é o fator responsável para que isso aconteça, não é garantia.

Amor é decisão madura. Leva tempo, conhecimento, dedicação e renúncia.
Paixão é dependência, amor é reciprocidade. Paixão é tempestade. Amor é calmaria.
Amor é querer o bem do outro, a paixão é querer o outro para o nosso próprio bem.
O amor é concreto. O amor é o que o amor faz. Amamos apesar de. Apesar dos defeitos. Apesar das limitações. Apesar das dificuldades.

Jesus é o maior exemplo de amor. Amou Pedro mesmo sabendo de seu temperamento difícil. Amou Tomé mesmo sabendo de sua incredulidade. Amou Maria Madalena mesmo sabendo de seu passado pecaminoso. Amou a todos nós pecadores. A bíblia nos traz a melhor definição de amor em I Coríntios 13: “O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece. Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal; Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade; Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta”.

Costumamos dizer que “o amor é cego”, mas não é verdade. A paixão é cega e também surda. Não enxergamos as coisas como de fato são e nem ouvimos os conselhos de ninguém. Já o amor faz com que queiramos ouvir o que o outro tem a nos dizer e/ou aconselhar. Desejamos aprender.
A paixão nos faz esquecer prioridades. O inimigo de nossas almas pode usá-la para nos destruir, pois nos faz esquecer Deus e Sua Palavra.

O Senhor é amor. Nós amamos porque Ele nos amou primeiro. (I João 4:19)
Devemos amá-Lo acima de TUDO e de TODOS. Jamais perca seus princípios e valores em troca de paixão, ela é passageira. O Amor é eterno.

“Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem
as fontes da vida”
(Provérbios 4:23)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s