O Oceano no Fim do Caminho

AtjN77Dh2UdXlYA5AhK6aoXPGydQHJsXQtB6dC03Reps

Bom dia pessoinhas queridas! Como estão?

Estive sumida por uns dias, mas cá estou. Desculpam-me por ter perdido algumas postagens de vocês, mas logo consigo me atualizar melhor. Peço que se alguém me marcou para algo, avise-me aqui 😉

Hoje eu vim falar do livro O Oceano no Fim do Caminho, de Neil Gaiman. O adquiri depois de assistir uma indicação pelo YouTube. Chamou-me a atenção o comentário  que veio na contracapa, dizia o seguinte: “Uma fábula que nos lembra como nossa vida é ditada pelas experiências da infância. O que ganhamos com elas e o preço que pagamos”. (Kirbus Reviews) INSTIGANTE, né?

Editora: Intrínseca/ Páginas: 208/ Ano: 2013

Sinopse:  O Oceano no Fim do Caminho - Foi há quarenta anos, agora ele lembra muito bem. Quando os tempos ficaram difíceis e os pais decidiram que o quarto do alto da escada, que antes era dele, passaria a receber hóspedes. Ele só tinha sete anos. Um dos inquilinos foi o minerador de opala. O homem que certa noite roubou o carro da família e, ali dentro, parado num caminho deserto, cometeu suicídio. O homem cujo ato desesperado despertou forças que jamais deveriam ter sido perturbadas. Forças que não são deste mundo. Um horror primordial, sem controle, que foi libertado e passou a tomar os sonhos e a realidade das pessoas, inclusive os do menino. Ele sabia que os adultos não conseguiriam — e não deveriam — compreender os eventos que se desdobravam tão perto de casa. Sua família, ingenuamente envolvida e usada na batalha, estava em perigo, e somente o menino era capaz de perceber isso. A responsabilidade inescapável de defender seus entes queridos fez com que ele recorresse à única salvação possível: as três mulheres que moravam no fim do caminho. O lugar onde ele viu seu primeiro oceano.

A história começa quando o personagem principal (nome não revelado), volta para a sua cidade natal para um enterro. Perdido em algumas lembranças, desvia o caminho e mesmo sem entender a necessidade daquilo, passa pela casa onde cresceu e vai parar na fazenda Hempstock, no fim do caminho. Fazenda esta onde passou boa parte de sua infância e onde morou sua melhor amiga, Lettie Hempstock.

Ao sentar no banco próximo ao lago, que Lettie afirmava ser um oceano, o personagem começou a lembrar de alguns acontecimentos misteriosos daquela época. O garotinho era uma criança introvertida, sem amigos. Preferia livros à pessoas. As histórias eram as suas melhores companhias. Mas tudo mudou quando um hóspede de sua casa, suicidou-se dentro do carro da  família, próximo à fazenda das Hempstock.

A partir disso, surge muita fantasia e seres mitológicos no enredo. Gaiman aborda os medos, inseguranças e traumas da infância de uma maneira muito lúdica (e também estranha). O livro trata da falta de atenção e apoio dos pais em certos aspectos, traição, amizade e lealdade. Tudo isso de uma maneira muito fantasiosa, através do olhar de uma criança.

Confesso que apesar de ser interessante, não faz o meu gênero favorito (esperava mais). Talvez, profundo demais para a minha cabecinha. Mas, para quem curte muita fantasia, recomendo!

frase

Anúncios

6 comentários sobre “O Oceano no Fim do Caminho

  1. Parece interessante! Se bem que quando eu tinha uns 6 anos não saia da cama a noite por nada no mundo, jurava que tinha um submundo embaixo da minha cama e se botasse os pés no chão seria sugada por algum monstro do mal… As pessoas mais antigas detonavam o imaginário das crianças com histórias que hoje é até crime falar pra uma criança.

    Curtido por 1 pessoa

      1. Eu curto fantasia e tenho muitas lembranças da minha infância que são nítidas. Hoje me servem para inventar histórias e ampliar o meu imaginário… Mas, para uma criança menor de 6 anos são os piores pesadelos do mundo!

        Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s